O CASAMENTO DA LUA

23 de outubro de 2015
"E a Lua queria dar-se justamente àquele de quem era a única escrava e que, com desdenhosa gravidade, mantinha-a confinada em seu espaço próprio, usufruindo apenas de sua luz, e dando azo a que ela fosse motivo constante de poemas e canções de seus menestréis (...)"
E então trago a primeira resenha literária aqui no blog para vocês, e claro, para quem acompanhava o antigo blog sabia com evidência que adorava livros de contos e nada mais nada menos que eu deveria apresentar um aqui para vocês, e outro ponto, a obra reúne histórias escritas por vários autores, temos eles: Machado de AssisLima BarretoLygia Fagundes TellesVinicius de MoraesMilton HatoumDaniel Galera e Paulo Mendes Campos

Apesar de aparentar-se um livro infantil com o título, não, ele não é, “O casamento da Lua” assim como qualquer outro livro existe um tema principal, e esse tema é o amor, todo o tipo de amor e logo no prólogo temos as características desse sentimento e algumas informações do que iremos encontrar durante a leitura. 


Umas das frases que achei interessante nessa introdução foi: “Ele também move montanhas e costuma gerar comportamentos incomuns”, ou seja, quem nunca teve uma reação um pouco “estranha” do que está acostumado, percebendo os olhos brilharem um pouco mais ao se depararem com alguma pessoa, algum livro, algum animal, alguma série, e por aí vai, isso é amor, ou até mesmo um simples amor platônico, mas o que é realmente esse platônico? Segundo esse site, pode ser entendido como um amor à distância, que não se aproxima, não toca, não envolve, ou seja uma simples paixão por alguém do ônibus, quem nunca?! 


Esse foi um dos livros solicitados pela minha escola para leitura, e também um dos que mais me encantei, entre as escritas várias nesta antologia acabei me apaixonando pela de Vinicius de Moraes, autor do conto que  recebe o título do livro, “O casamento da Lua”, o enredo é meio que todos notavam que a Lua estava com um hábito estranho, com sua palidez sendo aumentada e o que aconteceu foi que ela estava completamente apaixonada pelo Mundo

Também escrito por Vinicius, “Para viver um grande amor” me cativou e que acabei desejando a continuação do conto (porém a única coisa que não gosto em contos é quando nos encantamos e descobrimos que acabou), e ele apresenta algumas "orientações" (não necessariamente, mas sim dicas) fantásticas para viver um amor profundo e verdadeiro, resumidamente ele demonstra que tenha o respeito entre a pessoas que você namora, e que ela também respeite você.

"Para viver um grande amor é muito, muito importante viver sempre junto e até ser, se possível, um só defunto – pra não morrer de dor –"
Posso dizer para vocês que 100% do livro me enfeitiçou e que eu acabaria recomendando para todos, mas isso depende do gosto de cada um, não é mesmo? Se você se interessa e sente prazer em ler contos e até mesmo histórias de amor, é recomendável. Aviso que não é clichê e muito menos apresenta melosaso. Os contos são reflexivos e profundos, a história dos personagens, os acontecimentos, foram o que mais eu me identifiquei, e para quem ama livros, assim como eu, é uma maravilha quando nós nos assimilamos a algo, concordam?
nota: 5/5 
Conheça as profundas e deslumbrantes formas de amor nessa antologia publicado pela Companhia das Letras pelo selo Boa Companhia, e adquira já o seu na saraiva ou na travessa.

compartilhe as suas mais belas lembranças:

12 comentários:

  1. LUAAASN ♥ Moreco!
    Ainda não conhecia esse livro, e mesmo não sendo 100% de livros de contos, fiquei curiosíssima para ler. Primeiro porque eu gosto da Lua, e segundo porque fiquei curiosa para vê-la se apaixonando pelo mundo ♥deve ser incrível, fiquei curiosa aqui. Amein ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DRYYYYYHS! MEUAMÔ! Fiquei feliz em saber que tu se interessou pelo livro, e claro, te conheço e sei que tu não é fã de contos! Mas então, eu também amo a LUAAAA, e é bem maravilhosa a escrita do autor! utopiasutopias

      Excluir
  2. Fiquei muito feliz em saber que você postou uma resenha por aqui. E já posso pedir mais?! hahaha Primeiro porquê adorei essa, segundo porquê suas fotos estão ótimas e terceiro porquê eu fiquei super curiosa com esse livro. E me fez ter vontade de saber o que mais você lê por ai! :)


    http://seismilmilhas.com/
    http://facebook.com/seismilmilhas
    https://www.youtube.com/channel/UCLKtA9LH9M_QUnnt70AOfvg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que gracinha você, Sarah <33 Pode deixar que irei preparar mais resenhas por aqui, que bom que gostou das fotos e ah, a leitura realmente é válida, aconselho para você, viu? <3

      Excluir
  3. Adorei seu post!
    Não conhecia esse livro ;)
    As fotos ficaram lindas *.*

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Thay, realmente esse livro não é tão divulgado assim, porém eu recomendo. Obrigado pelo elogio (:

      Excluir
  4. Que lindo livro <3 Apaixonei, já vou colocar ele na minha listinha :3

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro e gostei bastante da sua resenha. Não curto muito contos mas gosto de leituras mais reflexivas e e histórias de amor então pode ser que eu goste. <3

    Ah e eu adorei a frase “Ele também move montanhas e costuma gerar comportamentos incomuns”. Porque é super verdade, né? Sempre que tem alguém especial a gente acaba ficando mais feliz, mais animado e isso gera um monte de comportamentos estranhos somente pelo simples fato de estar gostando de alguém. Eu gosto muito desses momentos estranhos que a gente tem quando está a fim de alguém. Mas depois que bad vem e o amor vai embora é difícil saber lidar com a situação, hahaha.

    Ps: amei as fotos. <3

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do livrin, Beatriz, é, por isso que falei logo para quem não gostasse do gênero se aventurasse nele mesmo assim, e olha, tá funcionando! HUAHUAAUAHU. Simmm, essa frase é pra colocar no status HUSHDUHSUD, e tipo, os comportamentos estranhos são os mais engraçados e eu depois tenho uma nostalgia desses momentos, e por final, concordo com você! E ah, obrigado!!!! <33

      Excluir
  6. As fotos ficaram muuito lindas, adorei esse jogo de sombras que tu fez com elas. Sobre o livro, o título engana bonito quem não for procurar nada sobre, eu imaginava algo completamente diferente e não um livro de contos. Mas sempre irei dizer que: Eu não casei com ninguém! Hahahah. Adorei o post e traga por favor mais resenhas porque foi isso que me encantou no antigo blog, já ta perfeito, pra ficar mais ainda é só encher de resenhas lindas como essa por aqui. Beijos <33333

    ResponderExcluir
  7. Ooie Luan \õ/
    Que livro em, só pela resenha já me apaixonei por ele! Amo livro de contos, e esse com toques reflexivo e tudo mais, me deixou com vontade de ler *--*
    Amei as fotos (como sempre), tá de parabéns <3
    *Espero mais resenhas seu lindo u.u
    Beijos da Bru \õ/

    ResponderExcluir

グラスホッパー (gafanhoto), se gostou da postagem e está passando para comentar aqui, desde já, muito obrigado, e lembre-se, boas inspirações! ❤