RESENHA | SHERLOCK HOLMES NO JAPÃO

18 de abril de 2017

TÍTULO: Sherlock Holmes no Japão
AUTOR: Vasudev Murthy
EDITORA: Autêntica, selo Vestígio 
ANO DE PUBLICAÇÃO: 2015 
PÁGINAS: 220 
*Livro cedido em parceria com a editora.


SHERLOCK HOLMES ESTÁ MORTO? Fãs deste personagem tão querido irão adorar este livro, na verdade, a proposta principal desta obra, segundo o próprio autor Vasudev Murthy, é responder algumas questões que ficaram sem soluções nas primeiras obras do tão querido detetive. Em 1893 a tensão entre China e Japão está bastante forte e para piorar tudo isso, o Doutor John H. Watson, amigo fiel, acaba recebendo uma carta do falecido detetive há dois anos, Sherlock Holmes, com passagens para Tóquio e a seguinte mensagem:

"WATSON, PRECISO DE VOCÊ. MEU VIOLINO, POR FAVOR. S.H"

Uma carta, que deixa o próprio Doutor com diversas questões emocionais, e com toda a sua habilidade, ele sabia que aquela caligrafia era do próprio amigo e então resolve partir para descobrir o que realmente está acontecendo, junto com o violino solicitado pelo 'falecido' Holmes. 
Quando ele resolve embarcar, surgem diversas questões enquanto está abordado, porque como sabemos, Sherlock tem uma incrível forma de disfarçar-se, mas além disso, tem o incrível problema do famoso lado criminoso, que é o Professor Moriatry, também conhecido como Napoleão do Crime, com a elaboração do seu mapa para dominar todo o mundo e apenas uma pessoa pode vencer este perverso que está solto por aí. 
Coisas absurdas acabam acontecendo durante esta viagem, incluindo a morte de Kazushi Hasimoto e o foco principal será sobre o por quê deste assassinato - no caso, ele infelizmente foi encontrado com uma adaga nas costas -. E por aí surge uma aventura, a luta para combater o professor que planeja o mal para o universo, além disso os detalhes propostos pelo próprio autor de uma viagem cansativa, mas cheia de mistérios, de Londres até Japão, com uma caracterização excelente de personagens, onde deixa o leitor bastante curioso para saber o que aconteceu realmente com o Sherlock Holmes e por quê do seu paradeiro. 
A forma como o autor acabou apresentando um pouco sobre o Japão - não só este país, mas também a Índia, pelo fato dele ter nascido neste local, na capital nomeada Nova Delhi -, tanto que na história temos alguns traços e poemas japoneses, conhecidos como waka, facilitando ainda mais a imaginação do leitor e como eu tenho bastante interesse em conhecer o território da ásia ocidental foi uma ótima aposta.

Vale mencionar que uma das coisas que eu mais achei criativa por parte de Vaudev Murthy, é que ele mesmo, por ser um enorme fã obviamente deste detetive, acaba sendo um personagem da história (como Akira Yamashita) e ganhando um certo destaque positivo, mesmo que sua aparição seja logo na metade da obra, porque como eu já tinha mencionado anteriormente, a cultura indiana também está presente, então o autor resolveu pegar dois países, estudou eles e trouxe atributos de novas linhagens, e junto criou uma figura com todas as suas características presentes.


1893, aventuras dos anos perdidos do detetive mais famoso da história.

Infelizmente, para quem deseja acompanhar esta aventura é necessário entender um pouco a respeito do universo deste detetive e além do mais este livro acabou apresentando algumas partes um pouco cansativas e sem nexo por parte do autor, mas confesso que foi apenas a minoria, nada que impedisse para uma boa leitura.
Em "Sherlock Holmes no Japão" teremos uma recapitulação de algumas cenas encontradas nos livros do médico Sir Arthur Conan Doyle, que acabou criando este personagem ficcional, com novos elementos e também novas culturas, porque como vocês sabem o foco, tanto na série quanto nas obras, é apenas um determinado local, que é Londres e isso acabou trazendo o detetive para outros lugares do mundo em busca de desvendar casos misteriosos, uma proposta totalmente interessante por parte do escritor Vasudev Murthy.


⭐⭐⭐
[NOTA: 4.0]
Allons-y, @justificou!

21 comentários:

  1. Eita. Eu nunca li nada dele. Eu comprei errado aquele livrinho o cão de baskerville da Zahar, mas acho que não faz muito sentido começar por ele. Rs.
    Pena que esse livro não foi escrito pelo autor "original", né. Creio que muita coisa se perde com isso.

    Beijoooo!

    Literatura Estrangeira

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia este livro, mas me pareceu uma leitura interessante. Nunca li nada de Sherlock tudo que sei sobre o detetive foi através dos filmes.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  3. Oi, eu conheço o básico ~basicão mesmo~ desse personagem. Fico pensando se ficaria viajando na maionese durante a leitura... Porém, eu gosto de romances policiais, apesar de não ter lido alguns do gênero faz tempo. Sabe do que mais gosto? Da capa desse livro, certamente compraria pela capa.

    ResponderExcluir
  4. Olá, ainda não conhecia esse livro e ainda não li nada que envolvesse o Sherlock Holmes, mas após sua resenha acho que é uma leitura que eu faria , pois achei a premissa e o mistério envolvido interessante, além dessa questão de o autor trazer outras culturas para a trama.

    ResponderExcluir
  5. eu quero mt começar a ler sherlock holmes, mas n tenho ideia de onde começar! e vi pela sua resenha que esse nao eh o livro ne kkkk, eu entendi mais ou menos pq acompanho a serie, entao da p ter noçao das coisas

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Acredita que nunca li nada dele? Mas adorei seu post e fique bastante interessada em conhecer um pouco mais sobre ele.
    Obrigada pela dica.
    Beijos
    Cássia Pires

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Nunca li esse livro,fiquei bem interessada nele adorei a resenha ficou perfeita parabéns,bjs

    ResponderExcluir
  8. Como eu amo encontrar publicações sobre Sherlock.
    Ainda não li esta edição, mas está na minha listinha de desejados <3

    Pior que apesar de já ter lido as história de Doyle eu só consigo enxergar o personagem na versão do Benedict rs

    ResponderExcluir
  9. Oi.
    Eu conheço o livro, essa capa é muito linda, né?!
    Acho que vou me dar bem nessa leitura de Sherlock Holmes no Japão, pois já acompanhei muito de Sherlock

    ResponderExcluir
  10. Tô louca nesse livrooo! a capa está uma lindeza! <3
    Lindas suas fotos, adorei a resenha <3
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá! Fiquei bem animada para ler! Nunca li nenhuma aventura do Sherlock Holmes, apenas filmes, mas tenho bastante curiosidade em ler. Fiquei curiosa para saber o que é esse violino. Vou anotar a dica, beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá, eu ainda não tive a chance de ler nenhum livro do Sherlock Holmes, mas morro de vontade *-* E depois da sua resenha vou adicionar esse a minha listinha de futuras leitura.

    ResponderExcluir
  13. Acho que nunca vão parar se escrever sobre Sherlock Holmes, o que é muito bom! Gostei dessa proposta de mostrar outros lugares do mundo, e mesmo com algumas poucas partes sem nexo e meio cansativas gostaria de ler. Mas não li todos os livros escritos originalmente, então tenho que fazer isso antes para aproveitar melhor a leitura.

    ResponderExcluir
  14. Oi! Embora fique com o pé atrás com outros autores escrevendo sobre personagens de autores clássicos, fiquei muito a fim de ler essa obra. Já li alguns livros do Sir. Conan Doyle e seu famoso Sherlock Holmes, e simplesmente amo as histórias *-*
    Vou anotar essa dica, pois adorei a premissa. Muito legal ver ele em um outro ambiente :)

    ResponderExcluir
  15. Tenho muito receio de ler coisas de Sherlock que não sejam do Conan Doyle ou canon. Esss livro traz o diferencial do Sherlock estar fora de Londres, mas só Deus sabe quando eu lerei.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  16. Tenho muito receio de ler coisas de Sherlock que não sejam do Conan Doyle ou canon. Esss livro traz o diferencial do Sherlock estar fora de Londres, mas só Deus sabe quando eu lerei.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  17. Olá
    eu nunca li nada do sherlock, lembro de ter visto um filme há anos atras mas só, hahaha sei pouquissimo das histórias, mas quem sabe não arrisco esse

    beijos
    https://www.youtube.com/watch?v=bmeenBGrWNw

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    Taí um personagem que preciso dar mais atenção: Sherlock Holmes. Li apenas um livro sobre ele, mas não foi o suficiente pra conhecê-lo, e pela sua ressalva final preciso disso pra me aventurar neste universo.
    Só me desanimou um pouco essa parte sem nexo, mas acho que vale a pena só pra conferir seu desempenho fora de Londres.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi Lu, tudo bem?
    Antes de mais nada, você é um amor, obrigada pelo carinho lá no meu blog!!!! Eu sou mega fã do Sherlock, e fiquei aqui louca, já pensou receber uma mensagem dele depois de 2 anos do seu falecimento??? Eu nem pararia para pensar, embarcaria nesse navio na hora, risos..... Gostei do autor inserir novas culturas e achei o máximo ele entrar na história como um personagem. Eu também quero, podê??? Risos... Mesmo com a ressalva, acho que ainda assim é uma leitura imperdível par aos fãs!!!! Adorei sua resenha!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?
    Este é um personagem que sempre soube que haviam livros, mas sabe aquela vontade de ler o livro somente enquanto vê o filme e depois passa? É exatamente como me sinto, acho que por isto ainda não li nenhum, tenho medo dele acabar ficando encostado na estante.
    Gostei muito da sua resenha!
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir
  21. Tu crê que nunca li nada de sherlock? eu comecei ano passado vendo o filme mais recente, aquele com o cara que faz o homem de ferro e gostei, agora irei ler o mangá e ver a série da netflix mas tipo eu acho ele um personagem fascinante. As deduções são absurdas kkk mas adoro.

    ResponderExcluir

グラスホッパー (gafanhoto), se gostou da postagem e está passando para comentar aqui, desde já, muito obrigado, e lembre-se, boas inspirações! ❤